Carregando...

Archer Network

0

Notícias


Artigo - WhatsApp ou Telegram


Nome: Cleber Santos

Discord: Zephi#2098

Sobre: Tecnólogo em Redes de Computadores, Técnico em Informática e Eletrônica, sempre apaixonado por tecnologias eletrônicas principalmente as que envolvem games viu no site uma opertunidade de juntar pessoas que compartilham dessa paixão ou que simplesmente desejam saber mais como funciona esse universo vasto e que nos diverte a tanto tempo.

Gravatar

Número de acessos: 558

Publicado em 25/02/2018 por Zephi

Mensageiros instantâneos, essa é uma categoria que desde meados dos anos 90 com o ICQ tem o seu espaço reservado no mercado de aplicativos, a forma de usar mudou com o passar dos anos mas sua finalidade não, enviar mensagens de forma curta, rapida e direta, foi uma reposta alternativa ao email, o qual tem uma paginação mais formal e demorada.

 

Sua praticidade equivale a um bate-papo rápido, e aliais teve sua parcela de culpa no desuso das salas de chat, uma vez que possui um controle melhor sobre quem participa da conversa e o conteudo da mesma (quem utilizou chat nos anos noventa sabe do que estou falando).

 

Rivalidade sempre foi uma constante nesse mercado, alguns com recursos a mais, outros com varias plataformas, mas sempre tentando conquistar o maior numero de usuários possiveis, podemos citar ao longo dos anos os principais programas de mensgens instantâneas rivais:

 

1995 - 2005: ICQ vs MSN

2005 - 2010: MSN vs Gtalk

2010 - 2015: Gtalk vs Skype

2015 - 2018: WhatsApp vs Telegram

 

Obviamente nesses anos citados existiram muito mais aplicativos do que apenas dois, no entanto pelo menos aqui no Brasil sempre pelo menos dois disputam o numero de usuários como principais aplicativos, restanto uma minoria para os demais.

 

Com a popularização dos smartphones, a ideia de uma mensagem chegar rapido combinava perfeitamente com a disponibilidade móvel do smartphone, isso aliado ao alto custo que uma mensagem curta (Torpedo ou SMS) tinha e a queda nos preços de pacotes de dados, criou o cenário perfeito para a proliferação desse tipo de aplicativo.

 

Hoje em dia temos muitas, mas muitas opções de aplicativos, e obviamente deixando de lado as opções de chat das redes sociais (Facebook, Google+, entre outras) temos dois aplicativos principais, o WhatsApp e o Telegram.

 

Entre os prós e os contras de cada um deles podemos ressaltar:

 

WhatsApp

Prós:

 - Maior base ativa de usuários no Brasil (quase todo mundo com acesso a internet tem)

 - Utiliza o numero de telefone como ID (ou seja se vc tem o numero da pessoa, normalmente já tem o seu WhatsApp)

 - Financiado pelo Facebook.

 

Contras:

 - Não possui API aberta (ou seja não é possivel criar BOTs nem interação com os usuários via programação)

 - Poucos recursos implementados durante os ultimos anos.

 - Utiliza o numero de telefone como ID (ou seja se você não quiser passar o seu contato dos WhatsApp, não passe o seu numero o que é um pouco incoveniente as vezes pois apesar de esquecida, fazer ligações ainda é uma função utilizada nos smartphones)

 

 

Telegram

Prós:

 - Possui API aberta (pode-se implementar BOTs que são extremamente úteis para alertar sobre sistemas e outros recursos)

 - Possui cliente nativo para Windows, Linux e Mac (diferente do WhatsApp que usa interface Web e necessita de celular na internet).

 - Possui a possibilidade de criar um nome de usuário unico (desvinculando o numero de celular do contato de email ex. @usuario).

 

Contra:

 - Numero reduzido de usuários em relação ao WhatsApp.

 - Não exige a informação de usuario unico dos usuários (as vezes uma qualidade, as vezes um defeito, quando se configura BOTs se torna um problema).

 

 

Obiamente, apesar de haver a comparação direta, a rivalidade existe apenas em comparativos pois os mesmos podem funcionar no mesmo celular ao mesmo tempo, ampliando o alcance de quem quer ficar o mais perto possivel de seus contatos.

 

E sim claro, como estamos no Brasil já tivemos casos (dois precisamente) de a justiça bloquear por um periodo de tempo o WhatsApp por conta de mal uso por parte de alguns usuários, na verdade por uma recusa do fornecimento de dados (mensagens) por parte da empresa responsável (Facebook), já que a mesma alegou que os dados era criptografados e não havia essa possibilidade técnica.

 

Apesar de tudo, não podemos negar que mensageiros instantaneos sempre fizeram parte de nossas vidas mesmo antes dos smartphones, sua utilidade é inquestionável e a velocidade que a comunicação flui representa muito a necessidade de as pessoas se comunicarem com agilidade e se manterem próximas, mesmo que distantes geograficamente, por isso aguardemos com entusiasmo quais serão os próximos passos a serem dados nessa categoria tão importante de aplicativos.